terça-feira, 16 de setembro de 2014

Apenas choveu!

Ligo a TV e noticia-se que o transito de Lisboa está um caos. Ao vir para o trabalho, em Oeiras, outro caos em sentido inverso ao meu. Filas... Autocarros parados... Insultos e apitadelas... Gente e mais gente nas paragens... 

A manhã ainda vai no início, mas ainda ninguém se me queixou da precarização do sistema de transportes públicos e consequente excesso de carros. Se fosse uma greve a TV já lhes tinha ensinado a queixar. Hoje a culpa vai ser colocada na chuva. E nem choveu muito.

Se fosse uma greve, ainda era mais evidente o valor dos transportes públicos e de quem neles trabalha para o nosso dia-a-dia. As greves põem a nu o valor do trabalho. Hoje, apenas choveu. Apenas choveu!